Veja como votou cada deputado paraibano na convocação de Paulo Guedes para explicar offshore

 

O plenário da Câmara aprovou ontem (6), por 310 votos a favor e 142 contra, a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para prestar esclarecimentos  sobre a revelação de que ele é sócio de uma offshore nas ilhas Virgens Britânicas.  A data será marcada pela Mesa Diretora da Câmara. Da bancada federal paraibana composta pelos 12 deputados federais, 6 votaram favoráveis,  cinco se ausentaram e apenas um voto foi contrário.

“É imperativo que Guedes dê explicações ao Parlamento sobre a manutenção destas contas no exterior, mesmo após ter assumido uma função pública de enorme relevância, o que é vedado pelo artigo 5º do Código de Conduta da Alta Administração Federal. É inaceitável que, enquanto a economia do país afunda, ele mantenha seus recursos em moeda estrangeira, sendo beneficiado com a desvalorização de nossa moeda, graças à sua desastrosa gestão. Com esta convocação ele terá que se explicar ao povo brasileiro”, declarou o líder da oposição, o deputado Alessandro Molon (PSB-RJ).

Nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro em 2019, o ministro da Economia, Paulo Guedes, possui empresa em paraíso fiscal ativa. O negócio foi mantido mesmo depois de assumir cargo no governo federal. As informações fazem parte da investigação Pandora Papers, divulgadas neste domingo (3/10).  O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, também  possui empresa em paraíso fiscal, de acordo com os dados revelados.

Veja como votou a bancada federal da PB:

Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) – Sim

Damião Feliciano (PDT-PB) AUSENTE

Edna Henrique (PSDB-PB) – Não

Efraim Filho (DEM-PB) AUSENTE

Frei Anastacio (PT-PB) – Sim

Gervásio Maia (PSB-PB) – Sim

Hugo Motta (Republican-PB) AUSENTE

Julian Lemos (PSL-PB) – Sim

Pedro Cunha Lima (PSDB-PB) – Sim

Ruy Carneiro (PSDB-PB) – Sim

Wellington (PL-PB) AUSENTE

Wilson Santiago (PTB-PB) AUSENTE

PB AGORA


BORGES NETO LUCENA INFORMA