Luciano Cartaxo confunde dados sobre Ranking de Competitividade, critica própria gestão e apaga vídeo após perceber equívoco

 


Quando se trata de pesquisa, é necessário observar bem quando os dados foram coletados ou a que período se refere para evitar confusões. Mas não foi bem o que aconteceu com o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PV), nesta terça-feira (23). 

Em suas redes sociais, o ex-gestor publicou um vídeo criticando a atual gestão, comandada por Cícero Lucena (Progressistas), a respeito da queda na posição da cidade de João Pessoa no Ranking de Competitividade dos Municípios, divulgados nesta semana.No entanto, não percebeu que os dados tomaram por base a análise de informações de 2020, quando Cartaxo ainda era prefeito da capital paraibana.

João Pessoa caiu 37 posições, passando de 70 (em 2019), para 107 (em 2020). Ao citar sobre isso, Cartaxo disse: "isso demonstra claramente que João Pessoa está vivendo um retrocesso tão grande". Além disso, ainda disse que a cidade perdeu o posto de mais competitiva ao destacar os dados divulgados. Entre as principais vertentes que registrar queda estavam educação, saúde e saneamento. Houve poucos avanços e, segundo o centro que analisa os dados, pode ter tido interferência da pandemia de Covid-19. 

Cartaxo não se atentou para quando os dados foram coletados e criticou a própria gestão. Ao perceber a atrapalhada, apagou o vídeo de suas redes sociais.

A segunda edição do Ranking de Competitividade dos Municípios foi divulgado na segunda-feira (22), e que tem como dados relativos o ano de 2020. João Pessoa deixou de ter a primeira colocação no Nordeste para a terceira. 

Entre os itens de registro de queda estão o acesso à educação, saneamento, inovação e dinamismo econômico, telecomunicações e sustentabilidade fiscal. De acordo com os dados acessados pelo ClickPB, os desafios apresentados para o município é a qualidade da educação, da saúde e funcionamento da máquina pública. 

Nesta edição, o Ranking analisou 411 municípios brasileiros, o que representa 7,38% do total de municípios. Isso leva em consideração municípios do país com população acima de 80 mil habitantes conforme estimativa do IBGE para o ano de 2020. Em conjunto, os 411 municípios representam 59,75% da população brasileira (126,52 milhões de habitantes).

CLICKPB




FALA PARAÍBA-BORGES NETO