Após entregar cargo, Gustavo Feliciano evita declarar apoio à reeleição de João Azevêdo e confirma candidatura para deputado estadual em 2022


 O secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico da Paraíba, Gustavo Feliciano (PDT), entregou seu cargo ao governador João Azevêdo (Cidadania) na manhã desta sexta-feira (10). Sua mãe, a vice-governadora Lígia Feliciano, foi a primeira anunciar a decisão através de um vídeo divulgado nas redes sociais.

Entre as razões, afirmou Lígia, está o desejo de Gustavo de disputar uma vaga na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) nas eleições de 2022. Segundo ela, a saída é também para que seu filho fique "inteiramente à vontade na análise do cenário político, social e econômico que a Paraíba atravessa", descartando "rompimento" com o Governo do Estado.

Entretanto, durante uma entrevista concedida ao jornalista Luís Torres para o programa Arapuan Verdade, da Arapuan FM, Gustavo Feliciano evitou declarar apoio à reeleição de João, que já avisou que irá cobrar manifestações públicas de apoio a todos os aliados em janeiro. Perguntado sobre que nota daria a gestão estadual, o ex-secretário também não se pronunciou, conforme acompanhou o ClickPB.

"Eu faço parte de um partido e minha própria decisão [de apoiar ou não João Azevêdo] tem que ser ouvindo as instâncias partidárias. No momento atual, eu estou focado em trabalhar para a pré-candidatura à deputado estadual. É a única coisa que está me motivando a tomar essa decisão. Eu posso dizer que, na minha área, eu trabalhei muito e com muita dedicação. Esperamos continuar, aonde eu estiver num futuro próximo, trabalhando com o mesmo empenho", disse.

A Secretaria de Turismo e Desenvolvimento Econômico era a única pasta que o PDT ocupava no Governo do Estado, além da própria vice-governadoria.

CLICKPB



BORGES NETO LUCENA INFORMA