João assina termo para implantação de radiotelescópio no Sertão da PB que investigará energia escura

 

O governador João Azevêdo assinou, nesta terça-feira (14), o Termo de Outorga para Concessão de Recursos para implantação do Radiotelescópio Bingo, com investimento no valor de R$ 12 milhões. A solenidade de assinatura ocorreu às 9h, no Salão Nobre do Palácio da Redenção.

O radiotelescópio é uma grande colaboração científica internacional, liderada por cientistas brasileiros. Será erguido na região serrana do município de Aguiar, no sertão da Paraíba, por ser uma zona livre de ondas eletromagnéticas (geradas pela transmissão de sinais de telefones móveis, televisão via satélite e outros). Dentre outros fenômenos do Universo, o radiotelescópio investigará a energia escura.

O Bingo, acrônimo em inglês para “Oscilações Acústicas Bariônicas em Observações Integradas de Gás Neutro”, será fonte de conhecimento científico para pesquisas internacionais e também vai proporcionar o desenvolvimento de diversos setores na Paraíba como o turismo, a educação para jovens, a tecnologia, entre outros.

Algumas etapas do projeto já estão em andamento, mas o equipamento principal será um observatório, da proporção de um grande estádio de futebol como o Maracanã, que irá identificar elementos no cosmos a partir da frequência que emitem. O Projeto Bingo é fruto de uma parceria entre a Universidade de São Paulo (USP), o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) e instituições da China, do Reino Unido e de sete outros países.

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFORMA