João Pessoa fecha acordo com ex-moradores da Comunidade Dubai para construção de novos apartamentos e pagamento de auxílio-moradia


 Em audiência realizada na manhã desta quinta-feira (16), no Ministério Público da Paraíba, a Prefeitura de João Pessoa chegou a um acordo com representantes das famílias que residiam na área de Mata Atlântica localizada no bairro de Mangabeira, conhecida como Comunidade Dubai. 

Com o acordo, as famílias aceitaram as condições apresentadas pela Prefeitura e todos receberão novos apartamentos, que serão construídos, com previsão de entrega em um ano. Até a entrega das chaves, a administração municipal e o governo estadual vão garantir o auxílio-moradia e o auxílio alimentação.

A Prefeitura de João Pessoa já apresentou o projeto residencial e o local onde serão construídas as novas moradias, no bairro de Gramame. Segundo o prefeito Cícero Lucena, além dos apartamentos, a população também ganhará equipamentos públicos como escola e creche nas proximidades. Enquanto isso, todas as famílias que estão abrigadas em ginásios da Capital receberão auxílio-moradia.

“Nos reunimos com os representantes das famílias e eles aceitaram o local que escolhemos construir os apartamentos deles, no bairro de Gramame. É uma área da Prefeitura onde vamos fazer os apartamentos, escola e creche para atender à comunidade. Terei como parceiro o governador João Azevêdo, que desde o primeiro instante ficou ao nosso lado para juntos darmos solução ao problema de moradia dessas famílias”, destacou Cícero.

A secretária de Habitação de João Pessoa (Semhab), Socorro Gadelha, assegurou o atendimento de todas as famílias cadastradas com o pagamento do auxílio-moradia até que recebam as chaves dos imóveis definitivos, que serão construídos pela administração municipal. 

O quantitativo de famílias beneficiadas com as moradias está em torno de 368 residências. Para consolidar o número real, o cadastramento foi reaberto e a listagem completa deve ser entregue ao Ministério Público até a próxima segunda-feira (20). 

“É uma alegria pra nós conseguirmos encaminhar a solução para a acomodação de todas as famílias que viviam naquela comunidade. Nossa missão é cuidar das pessoas e vamos seguir procurando oferecer sempre as melhores condições de moradia possível”, comentou.

Atualmente, as famílias estão abrigadas no Ginásio Hermes Taurino, nas Escolas Municipais João Gadelha e Afonso Pereira, além do Centro Profissionalizante Deputado Antônio Cabral (CPDAC). Desde então, a Prefeitura e o Governo do Estado estão prestando todo o apoio, garantindo a segurança alimentar, ofertando atendimentos médicos e odontológicos, além de assistência social com atualizações do CadÚnico e o cadastramento no programa auxílio- moradia.

Audiência — A audiência realizada no Ministério Público foi presidida pela promotora Ivete Leônia Soares de Oliveira Arruda e contou com representantes da Prefeitura, como a secretária de Habitação Socorro Gadelha, além de integrantes das famílias.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO