Partido Verde apoia Lula e aprova federação com PT, PSB e PCdoB

 

Durante reunião nessa terça-feira (21), os presidentes regionais do Partido Verde aprovaram a criação da federação com o PSB, PCdoB e PT. Na ocasião também foi aprovado o apoio à candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula (PT) à Presidência da República.

Para o presidente nacional da legenda, José Luiz Penna, a chapa Lula-Alckmin representa “a frente democrática que irá vencer o autoritarismo, tirando Jair Bolsonaro da Presidência da República”. Em 2017, Penna foi secretário da Cultura do Estado de São Paulo, durante o governo Alckmin.

Ainda segundo Penna, a articulação com o PT depende de composições regionais, principalmente em São Paulo e Pernambuco. “Mesmo que não haja a federação com o PT, caminharemos juntos contra o autoritarismo”, afirmou.

Na sexta-feira (17), o diretório nacional do PT aprovou a abertura das conversas com PSB, PCdoB, PV e PSol para a formalização da união com vistas às eleições de 2022. No partido, ainda há resistência e muitas dúvidas sobre o funcionamento da federação na prática. O partido voltará a discutir o tema em fevereiro.

Sobre as federações

Aprovadas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições de 2022, as federações partidárias permitem que dois ou mais partidos se unam para atuar como uma só legenda política nas eleições e na legislatura. Porém essa junção precisa durar pelo menos os quatro anos do mandato legislativo e seguir as mesmas regras do funcionamento parlamentar e partidário.

Caso alguma legenda deixe a federação antes do prazo, ela sofrerá punições, como a proibição do uso do fundo eleitoral. Outra exigência é de que as federações tenham abrangência nacional.

PB Agora com Correio Braziliense

BORGES NETO LUCENA INFORMA