Presidentes de diretórios estaduais do PSB decidem apoiar federação com PT e Lula 2022

 

Após uma reunião realizada nessa quarta-feira (08) em Brasília, entre os dirigentes partidários de 23 estados, 18 presidentes estaduais da sigla aprovaram a formação de uma federação que inclui o PT visando as eleições de 2022.

A federação pode incluir ainda o PCdoB, PSOL e PV e gira em torno da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

De acordo com o repórter João Valladares, do Valor Econômico, o encontro não teve caráter deliberativo, mas indica que o partido deverá aprovar a iniciativa em reunião da Executiva Nacional, ainda sem data definida para ocorrer.

“O PSB deu mais um passo para formar uma federação com o PT e outras legendas menores posicionadas no campo da esquerda. Em reunião ontem, em Brasília, 18 presidentes estaduais do partido se posicionaram favoravelmente à inclusão do PT no arranjo eleitoral”, diz trecho da reportagem.

De acordo com o presidente nacional da sigla, Carlos Siqueira, a reunião em questão tratou de vários temas e, dentre eles, a formação de federações partidárias

“O Colégio de Presidentes Estaduais é órgão consultivo da Presidência Nacional do PSB e, consequentemente, abordou o tema da adoção das federações partidárias no âmbito estrito de suas competências, que são de assessoramento”, observou.

“A decisão relativa à formação de federações partidárias será tratada pela instância deliberativa competente, ou seja, pela Comissão Executiva Nacional do PSB, em momento oportuno”, acrescentou.

Quatro estados aceitaram apoiar a formação da frente com PCdoB, PSOL e PV, mas sem o PT: Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Distrito Federal e Mato Grosso. Apenas Tocantins se manifestou contra a formação da federação com qualquer um dos partidos mencionados.

Vale ressaltar que na Paraíba, muitos políticos entraram no PT oriundo do PSB após imbróglio que envolveu integrantes da sigla, como o atual presidente Gervásio Maia e o ex-governador Ricardo Coutinho, que foi um dos que migraram para a sigla do ex-presidente Lula.

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFORMA