“Pressa é inimiga da perfeição”, diz Queiroga sobre vacinação de crianças

 

O Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, declarou, nesta segunda-feira (20), que “a pressa é inimiga da perfeição” e que não pretende acelerar as decisões sobre a vacinação contra o coronavírus para crianças entre 05 e 11 anos. As declarações foram transmitidas pela GloboNews.

“Não é um comunicado público que vai fazer o Ministério da Saúde se posicionar de uma maneira ou de outra. Eu preciso de toda a análise. A análise da qualidade, da evidência científica apresentada, avaliação da amostra de pacientes. O Ministério da Saúde é o responsável pela política pública de saúde. A pressa é inimiga da perfeição”, disse o ministro.

Queiroga divergiu das informações favoráveis à imunização, divulgadas pela CETAI (Câmara Técnica de Assessoramento em Imunização da Covid-19), ligada à pasta. A decisão da câmaraI ocorreu durante a reunião do comitê formado por médicos e pesquisadores na última sexta-feira (17) e desmentiu a fala do ministro de que a câmara se reuniria apenas no dia 22 para “oferecer suas opiniões e seu documento técnico” sobre a vacinação infantil.

Para definir a vacinação, o Ministério da Saúde realizará uma consulta pública sobre o assunto antes de tomar a decisão final. “Não é uma eleição, para saber o que quer e o que não quer. É ouvir a sociedade. Depois essas contribuições são analisadas pela área técnica, se faz uma audiência pública, onde se discutirá aprofundadamente esse assunto. Após, o Ministério da Saúde fará suas recomendações”, detalhou Queiroga.

MaisPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO