Sindicato acena para exigência do passaporte da vacina em escolas da Paraíba

 

O presidente do Sindicato das Escolas Particulares da Paraíba, Odésio Medeiros, acenou positivamente à adoção do passaporte vacinal contra a covid-19 nas instituições de ensino privadas.

O Sindicato, no entanto, destacou que a apresentação do certificado de imunização só será adotado após recomendação do Governo do Estado, que passou a exigir o documento na última semana também para as academias e agora estuda ampliar também para shoppings e salões de beleza.

“Em primeiro lugar os alunos que entrarem nas escolas particulares terão que ser vacinados. Estamos desde o começo do ano tomando as precauções em relação a vacina. Todo protocolo de segurança será exigido pela escola. Se for obrigado nós cumpriremos, se for uma recomendação governamental, é porque está recomendando o melhor, então nós vamos seguir.”, disse Odésio em entrevista ao programa Hora H, da Rede Mais Rádio.

Paralelo a adoção do passaporte vacinal, as escolas devem seguir exigindo o uso de máscaras de proteção facial dentro do ambiente de ensino e, inclusive, nas atividades físicas.

“Na verdade nós não vamos abolir a máscara. A máscara é uma prevenção. Os alunos usavam máscara e vão continuar usando. Vamos também exigir dos alunos que na prática de esporte eles também usem a máscara por segurança.”, afirmou Odésio Medeiros.

MaisPB


BORGES NETO LUCENAA INFORMA\