Bolsa recua e dólar sobe com expectativa de alta dos juros


 A Bolsa de Valores brasileira operava em baixa nos primeiros negócios desta segunda-feira (10). O Ibovespa caía 0,18%, a 102.527 pontos, às 11h28. O dólar subia 0,79%, a R$ 5,6770.

Expectativas do mercado sobre a necessidade de elevação dos juros no Brasil e no exterior devido à escalada inflacionária direcionavam os indicadores nesta manhã.

Segundo a pesquisa Focus do Banco Central, o mercado passou a ver maior aperto monetário neste ano, ao mesmo tempo que reduziu pela terceira vez seguida a perspectiva para o crescimento da economia.

O levantamento semanal mostrou que a taxa básica de juros Selic passou a ser calculada agora em 11,75% ao final deste ano, de 11,50% antes. Para 2023, a conta segue em 8,0%.

Na última reunião do ano passado, o BC elevou a taxa básica de juros a 9,25%, e volta a se reunir nos dias 1 e 2 de fevereiro.

Daniel Miraglia, economista-chefe da Integral Group, avalia que o aumento dos casos de Covid provocado pela variante ômicron pode provocar aceleração momentânea da inflação porque reduzirá a oferta da força de trabalho.

"No curto prazo, há pressão de choque de oferta, principalmente de mão de obra", diz. "Isso deve durar até março".

Nos Estados Unidos, os rendimentos dos títulos do Tesouro de dez anos subiram para o maior patamar desde o início de 2020 nesta manhã.

Os índices futuros de ações negociados em Nova York estavam em baixa.

Na Europa, também operavam em queda as Bolsas de Londres, Paris e Frankfurt.
O petróleo Brent, referência mundial, recuava 0,28%, a US$ 81,52 (R$ 462,60).

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO