CRISE NA SEGURANÇA: Policiais de Monteiro, Serra Branca e Sumé aderem a movimento contra o Governo do Estado e estão “aquartelados”

 

O movimento dos policiais paraibanos por melhorias nas condições de trabalho e salários chegou ao Cariri Paraibano. Neste domingo (09), PM’s do 11º Batalhão, com sede em Monteiro, decidiram pelo aquartelamento e não sair às ruas enquanto o Governo do Estado não ofertar condições adequadas de trabalho. Aderiram ao movimento policiais das principais Companhias do Cariri, com sede em Serra Branca, Sumé e Monteiro.

Os policiais reclamam da falta de EPI’s necessários ao serviço policial, como coldre, cinto de guarnição, capa de colete, porta carregador e fardamento. Muitos desses materiais eram adquiridos pelos próprios policiais, mesmo sendo de obrigação da Secretaria Estadual de Segurança fornecer.

Policiais relatam que até muitas munições e coletes estão vencidos e eles são obrigados a garantir a segurança da população comprometendo sua própria segurança.

Apesar de algumas propostas iniciais do Governo do Estado, o movimento legal de protesto dos policiais continua ganhando força na Paraíba. Os PM’s afirmam que apesar dos bons números da segurança na Paraíba, o Governo do Estado não dar prioridade aos seus profissionais.

De Olho no Cariri


BORGES NETO LUCENA INFORMA