IPTU de Campina Grande terá reajuste abaixo da inflação e desconto de 15% no pagamento da cota única

 

O secretário de Finanças de Campina Grande, Gustavo Braga, informou nesta sexta-feira (14) que, em 2022, o contribuinte do município terá atualização monetária de 5,3% no Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU), o que representa metade do índice inflacionário de 2021. Confirmou também um desconto de 15% no pagamento de cota única no imposto anual.

De acordo com Gustavo Braga, a medida reflete a meta do prefeito Bruno Cunha Lima em avançar no processo de justiça tributária no Município, que atualmente conta com 195 mil cadastros. E para atingir essa meta é desafio de Bruno, a equipe econômica tomou algumas iniciativas em 2021.

Dentre as medidas, o titular da Sefin de Campina Grande destaca a atualização do Código Tributário Municipal, cujo projeto enviado pelo Executivo foi aprovado pela Câmara de Vereadores em dezembro passado. A adoção do modelo de cobrança através da Internet, barateando os custos da operação, também contribuiu para a redução, e isso foi fator de amenização em favor do contribuinte.

Gustavo Braga celebrou o fato de que, com essas medidas na atual gestão, Campina Grande se diferencia de outras cidades do mesmo porte ou até mesmo em relação a própria capital do Estado. Joao Pessoa, por exemplo, está aplicando atualização do IPTU tomando por base o IPCA de 2021, que foi de 10,74% – um índice que ficou bem maior que a própria meta de inflação projetada pelo Banco Central, para o ano passado.

Desconto de 15%

Gustavo Braga também confirmou: quem estiver adimplente será beneficiado, neste ano, com o pagamento do IPTU em cota única com um desconto de 15%. Já os inadimplentes terão, em cota única, 5% de desconto. O tributo poderá ser pago até o dia 31 de março. As declaração foram dadas durante entrevista à Rádio Correio FM.

CLICKPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA