Radar no Retão de Manaíra começa a multar


 A Prefeitura de João Pessoa, por meio da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana, encerra, nesta segunda-feira (03), o período educativo para adaptação dos condutores ao novo radar medidor de velocidade instalado há 11 dias na Avenida Flávio Ribeiro Coutinho, em Manaíra. A velocidade permitida na via é de 50km/h. A expectativa é de que a presença do equipamento proporcione mais segurança viária ao corredor.

De acordo com George Morais, superintendente da Semob-JP, a implantação do equipamento incentiva que motoristas e motociclistas respeitem as sinalizações e mantenham a segurança viária por todo o corredor. “Passado este período educativo, onde todos que transitam pela região já puderam observar a presença do novo radar, agora, após a aferição do Inmetro, àqueles que desrespeitarem a velocidade limite de 50km/h serão responsabilizados”, ressalta.

Sanderson Cesário, diretor de operações da Semob-JP, explica que transitar em velocidade superior à máxima permitida para o local, medida por instrumento ou equipamento hábil, pode acarretar infração média, grave ou gravíssima. “Além de incentivarmos a educação no trânsito, também orientamos a todos que sigam as normas para evitarem as autuações. Mas é preciso informar que em caso de descumprimento, de acordo com o artigo 218, do Código de Trânsito Brasileiro, a natureza da multa varia, dependendo do percentual excedido pelo condutor”, explica.

O que diz o Código de Trânsito Brasileiro (CTB)

I – Quando a velocidade for superior à máxima de até 20%, a multa é de natureza média com valor de R$ 130,16;
II – Quando a velocidade for superior à máxima em mais de 20% até 50%, a multa é grave com valor de R$195,23;
III – Quando a velocidade for superior à máxima em mais de 50%, a multa é três vezes o valor da gravíssima, chegando ao valor de R$880,41, com suspensão imediata no direito de dirigir e apreensão do documento de habilitação.

MaisPB

FALA PARAÍBA-BORGES NETO