Reunião com Veneziano Vital não tratou sobre candidatura e rompimento, diz Roberto Paulino que torce pela manutenção da aliança com governador


 Na reunião do governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), e o senador Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), não foi tratada a questão de candidatura e rompimento da sigla com a base do governo. É o que garante Roberto Paulino, nome histórico do MDB, ex-governador e atual secretário Chefe do Governo. Ao ClickPB disse que torce pela manutenção da aliança para o "bem da Paraíba e do partido".

" Eu conversei com o governador e o que ele me revelou é que ontem não foi tratado nenhum assunto de candidatura, de rompimento com o senador Veneziano. A conversa foi boa. Transcorreu dentro da cordialidade e tudo normal", frisou o emedebista.

Com isso, de acordo com Roberto Paulino, não existe rompimento entre o governador e o senador e presidente do MDB na Paraíba. "E é o que nós esperamos que essa unidade continue para o bem da Paraíba e do nosso partido", comentou em conversa com o ClickPB. 

Roberto Paulino defendeu a tese de união. "Até o momento não houve rompimento. Não foi tratado desse assunto. Pode até acontecer posteriormente, mas eu torço para que isso não aconteça", informou.

Questionado se sairia da legenda, Roberto Paulino pontuou sua história dentro do MDB e que não sairia. Comentou ter sido um dos primeiros filiados ao lado do ex-governador e ex-senador José Maranhão, já falecido. "Sair é um peso forte", frisou. E destacou ainda que "poderia não votar nos candidatos do MDB para o governo, mas não é isso que eu quero". 

Paulino viu com naturalidade a saída de Ana Claudia Vital do governo. " A saída da secretária é um fato normal porque ela vai disputar um mandato e ela precisa ter tempo de se articular, procurando fortalecer tanto a candidatura dela e da própria legenda. Creio e tenho certeza que vai disputar pelo MDB", revelou.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO