Vacinas da Pfizer aplicadas em crianças em Lucena estavam vencidas

 


As vacinas da Pfizer destinadas a adultos e aplicadas em crianças no município de Lucena, no Litoral da Paraíba, estavam vencidas, conforme apurou o ClickPB, neste sábado (15).

A informação foi confirmada ao ClickPB pelo secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros. O lote vencido é o FM 3457.

A vacina da Pfizer tem que ser armazenada a temperatura -90º C a -60º C por até nove meses, entre -25º C a -15º C por um período único de duas semanas e em temperatura de refrigerador entre 2º C a 8º C por até 31 dias.

Após denúncia do ClickPB de que crianças teriam sido vacinadas contra a covid-19 com doses de adultos, a Prefeitura de Lucena emitiu, neste sábado (15), uma nota em que confirma o caso e esclarece que a situação segue sendo monitorada, e que a pessoa responsável pela imunização errada foi afastada.

Na segunda-feira (17), a mãe de dois meninos que fez a denúncia nas redes sociais, Fernanda Lira, deverá prestar esclarecimentos sobre o caso ao MPF. Ao portal, Janaína Andrade afirmou que vai procurar identificar a pessoa que aplicou as doses. "A gente tomou conhecimento ontem à noite por Geraldo Medeiros, secretário de Saúde do Estado, e adotamos providências com base na matéria de vocês", disse.

De acordo com o relato de Fernanda em vídeos no Instagram, ela só soube que a vacinação de crianças na cidade não tinha a aprovação dos órgãos de saúde do país quando viu uma notícia do início da chegada das vacinas ao estado e da primeira criança vacinada no Brasil, em São Paulo.

"Eu vim aqui pra falar pra vocês a minha indignação: estou indignada com a Prefeitura de Lucena, da Paraíba. Pois hoje chegou em João Pessoa as vacinas do Covid para as crianças. Sendo que meus dois filhos já foram vacinados semana passada, então eu fico sem entender como os meus filhos e os filhos de outras pessoas daqui da comunidade de onde eu moro foram vacinados com a vacina do Covid se nem aqui a vacina tinha chegado ainda. Estou indignada, estou querendo uma resposta dos responsáveis da saúde de Lucena", disse Fernanda.

Saiba mais


ClickPB.