Estado aguarda lista com nomes de paraibanos na Ucrânia a ser enviada pelo Itamaraty para agilizar repatriação, diz secretário de Representação Institucional

 


A iniciativa de ajudar os brasileiros que se encontram na Ucrânia a voltarem à Paraíba, após a guerra deflagrada pela Rússia contra o país vizinho, determinada pelo governador João Azevêdo, segue em processo adiantado, no entanto, o secretário executivo da Secretaria Estadual de Representação Institucional (SERI-PB), Adauto Fernandes, em entrevista ao ClickPB, nesta sexta-feira (25), explicou que os dados do quantitativo de paraibanos na Ucrânia aguarda liberação do Itamaraty.

Segundo ele, o Itamaraty detém todas as informações, uma vez que a liberação de visto para passaporte é centralizado junto aos Consulados que mantém ligação direta ao Itamaraty e concentra todos os dados. 

"Aguardamos que ainda nesta sexta-feira estejamos com a lista de todos os paraibanos que se encontram naquela região para dar todo o suporte aos que desejam repatriação. Está sendo feito um levantamento, e o Itamaraty se comprometeu com os estados a liberar uma nota ainda hoje com as informações que precisamos. O mundo vive mais um momento atípico, mas não podemos deixar de trabalhar pelos que estão precisando voltar à Paraíba", disse ao ClickPB. 

Ele ainda destaca que, para que haja celeridade no processo de contato e repatriação, "todos os paraibanos e paraibanas que se encontram na Ucrânia podem entrar em contato, através do WhatsApp: +55 (61) 991368348, para que o governo da Paraíba possa auxiliar nos trâmites de repatriação, no consulado europeu", reforçou. 

Na última quinta-feira (24), o Ministério das Relações Exteriores brasileiro divulgou nota em que pede a suspensão imediata das "hostilidades" da Rússia à Ucrânia. Foi a primeira manifestação oficial do governo após a invasão.

SAIBA MAIS:

Conflito entre Rússia e Ucrânia pode afetar preço do combustível, aumentar queda em investimentos, além de fomentar crise humanitária, diz especialista

João Azevêdo manifesta solidariedade a ucranianos, repudia força bélica e coloca secretaria à disposição para repatriar paraibanos na Ucrânia

A SERI-PB tem como uma de suas atribuições tratar das relações internacionais entre a Paraíba e os países.  reforça o secretário estadual. A Embaixada do Brasil em Kiev, capital da Ucrânia, publicou um informativo na manhã desta quinta-feira (24), e orientou aos brasileiros que se encontram em território ucraniano a se deslocar por meios próprios para outros países ‘tão logo possível’. 

O informe ressalta que a recomendação das autoridades locais é a de não tentar sair da capital em decorrência dos ‘grandes engarrafamentos’ nas vias de acesso a outras localidades. Aqueles que estão no leste do país, próximos ao rio Dnipro, a instrução é de seguir viagem à oeste ou ‘deslocar-se para Kiev e contatar a embaixada assim que possível’. O telefone para contato é o +380 50 384 5484.

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO