Wellington fala da possibilidade de Queiroga disputar as eleições e sobre suas expectativas para o PL em 2022: “Eleger três na Câmara e cinco na ALPB”

 



O presidente estadual do Partido Liberal (PL) na Paraíba, deputado federal Wellinton Roberto, está animado com o pleito que se aproxima. Em contato com a reportagem, o parlamentar falou das suas expectativas para os resultados que a sigla pode obter nas urnas paraibanas neste ano.

“A expectativa é que a gente eleja três cadeiras na Câmara Federal e entre quatro e cinco cadeiras na Assembleia Legislativa da Paraíba”, disse. A preço de hoje, para a Câmara Federal, o PL já tem confirmadas as pré-candidaturas do próprio Wellington; do deputado estadual Cabo Gilberto, que hoje é filiado ao PSL mas já confirmou que irá se filiar ao PL na próxima janela partidária; e Antônio Queiroga, o filho do ministro da saúde, Marcelo Queiroga, que se filiou nessa quarta-feira (2) ao partido para disputar uma vaga.

Ainda, devem disputar uma vaga na Câmara pelo PL o empresário e candidato a prefeito de Campina Grande nas eleições de 2020, Artur Bolinha; o vereador de Patos, Jamerson Ferreira; e o também vereador, por Rio Tinto, Raphael José. Contudo, segundo o próprio Wellington, a lista ainda deve aumentar, inclusive com participação feminina.

Ainda sobre Queiroga, perguntado se o ministro tem dado indícios de que deve disputar um mandato eletivo pelo PL neste ano, Wellington respondeu que Marcelo está centrado na missão a ele atribuída no ministério da Saúde, que é de ‘acabar’ com a pandemia. No entanto, Wellington disse que se for desejo do presidente Jair Bolsonaro (PL) que Marcelo dispute uma vaga, o ministro paraibano com certeza irá avaliar a possibilidade.

“O ministro tem uma missão que é terminar a questão do ministério, acabar com essa pandemia. Depende muito do presidente da República. Se o presidente achar que ele é um nome que possa contribuir para aumentar alguma cadeira e se o ministro for realmente solicitado pelo presidente da República para algum cargo, ele vai logicamente avaliar”, concluiu.

 

Portal Paraíba


BORGES NETO LUCENA INFORMA