Itamarty emite nota após reclamações da família de paraibana que está na Ucrânia


 Após reclamações da família de Silvana Pilipenko, paraibana que está está há duas semanas sem dar notícias da Ucrânia, o Itamaraty emitiu uma nota nesta quinta-feira (17) informando que tem mantido contato regular com familiares.

De acordo com o instituto, foram acionadas organizações internacionais de apoio humanitário para tentar localizar Silvana. Ela mora em Mariupol, cidade próxima à fronteira com a Rússia, que recebeu ataques do país do leste europeu.

Veja a nota na íntegra:

O Itamaraty tem conhecimento do caso e, por meio do escritório de apoio em Lviv, tem mantido contato regular com familiares da nacional. Organizações internacionais de apoio humanitário presentes na cidade já foram acionadas com vistas a tentar localizar a cidadã.

Em observância ao direito à privacidade e ao disposto na Lei de Acesso à Informação e no decreto 7.724/2012, informações detalhadas poderão ser repassadas somente mediante autorização dos envolvidos. Assim, o MRE não poderá fornecer dados específicos sobre casos individuais de assistência a cidadãos brasileiros.

Atenciosamente

MaisPB


FALA PARAIBA-BORGES NETO