Advogado morre vítima de infarto após desmaiar durante sessão da Câmara Municipal de João Pessoa

 


O advogado José Silveira morreu aos 62 anos, vítima de infarto após passar mal durante a sessão na Câmara Municipal de João Pessoa. A CMJP discutia a situação do transporte coletivo urbano da Capital quando houve o mal súbito do advogado que estava compondo a mesa do debate, na tarde desta quarta-feira (20).

José Silveira havia discursado minutos antes de passar mal e desmaiar, como é possível ver aos 57 minutos do vídeo acima da sessão parlamentar. Enquanto o vereador Marcos Henriques fazia discurso no púlpito, alguém gritou: "ele tá passando mal ali, ó". Marcos Henriques olhou para o lado e interrompeu a fala, até a imagem da TV Câmara ser suspensa e no áudio da sessão o vereador perguntar: "tem algum médico aqui?". A transmissão foi interrompida e a CMJP, então, confirmou em nota a morte do advogado.

O Samu foi acionado, mas o advogado não resistiu ao mal súbito e faleceu.

Confira a nota da Câmara Municipal de João Pessoa

NOTA DE PESAR

É com grande pesar que comunicamos a morte do advogado José Silveira, de 62 anos. Ele faleceu nesta quarta-feira (20), quando participava de uma Sessão Especial, na Câmara Municipal de João Pessoa, para discutir a Mobilidade Urbana na Capital.

Ele passou mal minutos após discursar em plenário. Silveira deixa mulher e 4 filhos. Advogado destacado, José Silveira dedicou décadas da vida dele à militância no direito trabalhista, notadamente, no atendimento às causas dos profissionais que atuam no transporte coletivo urbano.


CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO