Carlos Lupi acusa Damião Feliciano de falta de correspondência e de lealdade após deputado trocar PDT pelo União Brasil


 O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, justificou a intervenção realizada no diretório estadual do partido na Paraíba reclamando do "abandono, falta de correspondência e de lealdade" dafamília Feliciano em relação ao partido. 

"Como vamos admirar e respeitar quem não nos quer como companheiros? Essa intervenção foi algo que jamais gostaria de fazer", lamenta Lupi.

A saída do deputado federal Damião Feliciano para se filiar ao União Brasil  foi o estopim para a intervenção da Executiva Nacional do PDT no Diretório Estadual da legenda.

O ex- presidente do PDT Renato Feliciano, filho de Lígia. defendeu o pai dizendo que o que ele fez foi "um movimento de sobrevivência política, mas foi leal e correto" com o partido.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO