Daniella alerta que Aguinaldo tem condições de se lançar em candidatura avulsa ao Senado

 

A senadora e presidente estadual do PSD na Paraíba, Daniella Ribeiro, disse, ontem (4), que não vê uma dependência para o lançamento do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) ao Senado na chapa do governador João Azevêdo (PSB). A declaração aconteceu durante entrevista ao programa Frente a Frente, da TV Arapuan. Em contrapartida, ontem, também em entrevista, Cícero Lucena (Progressistas), prefeito de João Pessoa, minimizou as críticas feitas por Daniella Ribeiro (PSD) a João Azevêdo e afirmou que a parlamentar seguirá a decisão do PP.

Segundo Daniella, o nome de Aguinaldo representa a construção de alguns partidos, a exemplo do Solidariedade, Avante, PSD e Progressistas. Ela defendeu, inclusive, o lançamento da candidatura do parlamentar de forma avulsa. “Defendo a candidatura de Aguinaldo até avulsa. Ele é um excelente nome, tem trabalho prestado e muitos recursos destinados à Paraíba durante sua trajetória como deputado federal”, disse.

A senadora do PSD também foi questionada sobre a possibilidade de disputar ao governo do Estado. Ela disse que algumas pessoas já a abordaram a respeito do assunto, mas disse que tudo acontece no seu tempo. “É preciso tranquilidade para que as coisas aconteçam no seu tempo”, arrematou.

Rebate – “Não concordo com essa afirmação de que Daniella critica, ela diz que, digamos assim, não assumiu ainda o apoio ao governador, mas tudo está esclarecido, o PP, e a senadora acompanhará nossas decisões, até porque participa delas, vamos levar a unidade do nosso partido. É uma questão de princípios, se ganha uma eleição quando se trabalha unido, se você não consegue unir nem na sua base, na sua gestão, então como você vai querer cobrar dos outros”, afirmou Cícero.

O gestor ainda considerou fechada a participação do deputado federal Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) na chapa do governador, como pré-candidato ao Senado. “É só acertar a data do anúncio e a gente trabalhar isso”, comentou.


PB AGORA


BORGES NETO LUCENA INFORMA