Federação com PT e PCdoB não afeta apoio a João Azevêdo, diz Partido Verde

 

A Federação formada entre o PT com PV e PCdoB não vai afetar os planos do Partido Verde em apoiar a reeleição do governador João Azevêdo (PSB). É o que aponta o presidente do partido na Paraíba, Sargento Dênis.

O dirigente partidário disse já ter conversado com o presidente nacional da legenda, Luiz Penna, antes de anunciar o apoio ao atual governador. Sargento Denis ressaltou que na Paraíba, o PV e o PCdoB já fazem parte da base de Azevêdo, assim como 70% do PT. Ele ressaltou, no entanto, que cabe uma discussão estadual entre os partidos para que seja tomada a decisão de quem apoiar na majoritária.

“A federação replica o estado aqui. Só que, aqui no estado, através de uma votação é que se decide qual o candidato vamos apoiar. Nós estamos conversando e vamos fazer uma reunião, quem tem mais voto decide quem vai apoiar”, declarou.

De acordo com Dênis, o objetivo da federação “é unir o Brasil contra Bolsonaro” e por isso a prioridade é apoiar um candidato que declare voto a Lula. Na visão do Sargento, o nome do senador Veneziano (MDB), cuja legenda possivelmente terá candidato a presidente, estaria descartado.

“Caso Veneziano queira votar em Lula, nós não vamos monopolizar nada. A gente quer que todos os partidos que tenham um viés de centro-esquerda, venham e apoiem Lula. Mas, aqui nós vamos decidir, e eu creio que a situação de João é bem favorável”, completou.

MaisPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO