Mãe e companheiro são os principais suspeitos da morte de bebê e mulher é encaminhada para Presídio Julia Maranhão


 A mulher, suspeita de matar um bebe de 1 ano foi presa, na tarde desta sexta-feira (1), preventivamente. Em conversa ao ClickPB, o delegado responsável, Rodolfo Santa Cruz, da Delegacia de Homicídios, explicou que ela foi encaminhada para o Presídio Júlia Maranhão. 

"Ela foi indiciada pelo crime de tortura com resultado de morte contra criança, mas podem surgir outros indiciamentos. Isso só será confirmado ao final do inquérito. Outro crime que ela pode responder, ao final das investigações, seria de abandono de incapaz. O inquérito tem uma estimativa de 10 dias para ser concluído" explicou ao ClickPB

Ela e o companheiro são os principais suspeitos da prática de tortura que levou a morte do bebê, na última quinta-feira (31), no Hospital de Trauma. 

Segundo o conselheiro tutelar Ricardson Dias, ela deve perder a guarda dos irmãos da vítima, dois meninos, um de quatro anos e outro de quatro meses. Também será feito um pedido para a suspensão temporária do poder familiar da mãe.

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO