Ministério Público investiga denúncia de nepotismo, rachadinha e fraude em locação de carros na Prefeitura de Igaracy

 


A promotora de Justiça de Piancó, Bruna Marcela Nóbrega Barbosa Lima, assinou uma portaria instaurando um processo administrativo, um inquérito civil e cobrando explicações dos envolvidos em denúncia de nepotismo, nepotismo cruzado, fraude na locação de automóveis, desvio de função, terceirização do Samu e rachadinhas dentro da Prefeitura de  Igaracy.

A magistrada deu o prazo de 15 dias para que a Prefeitura entregue à Justiça cópia dos contratos  celebrados entre o município e Josefa Simônica Carneiro, o ato de nomeação de Elizabeth Bastos Clementino, cópia dos procedimentos que culminaram na contratação de Gilvan Felismino da Silva Júnior e Sandréia Lucas Rodrigues.

Além disso, ela solicitou documentação que comprove  os pedidos realizados pelos cidadãos junto aos vereadores para ter acesso ao serviço de locomoção de pacientes para os municípios de João Pessoa e Campina Grande. 

O presidente da Câmara de Igaracy também tem 15 dias para apresentar toda a documentação referente a contratação da advogada da Câmara.

 O ClickPB disponibiliza o endereço de e-mail: redacao@clickpb.com.br para receber posicionamento da Prefeitura de Igaracy e dos citados na matéria.

CLICKPB

FALA PARAÍBA-BORGES NETO