Antônia Fontenelle se torna ré por crime de preconceito contra paraibanos

 

A juíza Shirley Abrantes Moreira Régis, da 4ª Vara Criminal de João Pessoa, aceitou a denúncia contra a atriz e youtuber Antônia Fontenelle. Ela é acusada de xenofobia contra paraibanos por comentários sobre o DJ Ivis, músico da Paraíba flagrado agredido a ex-mulher, Pamela Hollanda.

Com o recebimento da denúncia, Fontenelle virou réu pelo crime de preconceito. Ela terá dez dias para prestar esclarecimentos. A atriz foi indiciada pela Polícia Civil da Paraíba ao usar o termo “paraíbas” ao se referir ao DJ Ivis.

“Esses ‘paraíbas’ fazem um pouquinho de sucesso e acham que podem tudo. Amanhã vou contatar as autoridades do Ceará para entender porque esse cretino não foi preso”, disse à época. Após as críticas, ela voltou a falar sobre o assunto:

“Esse bando de desocupado aí da máfia digital que não tem nada o que fazer. Se juntaram pra agora me acusar de xenofobia. De novo? Num cola! Já tentaram me acusar de xenofobia. (…) Porque eu falei ‘esses ‘paraíba’ quando começam a ganhar um pouquinho de dinheiro acham que podem tudo. ‘Paraíba’ eu me refiro a quem faz ‘paraibada‘, pode ser ele sulista, pode ser ele nordestino, pode ser ele o que for. Se fizer paraibada, é uma força de expressão”, disse a atriz em um vídeo.

MaisPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA