Brasil investiga dois casos suspeitos da varíola do macaco em Santa Catarina e no Ceará


 O Ministério da Saúde confirmou neste segunda-feira (30) que investiga dois casos suspeitos de varíola do macaco no Brasil. As notificações foram feitas pelos governos estaduais de Santa Catarina e do Ceará. 

A assessoria de imprensa da pasta não divulgou mais detalhes sobre as duas pessoas que podem estar infectadas aqui no país.

Na América do Sul, a Argentina apresenta dois casos confirmados. Já Equador, Peru, Bolívia investigam um indivíduo e a Guiana Francesa está com dois casos suspeitos, de acordo com monitoramento em tempo real da iniciativa global.health. 

De acordo com o levantamento, já são 450 pessoas com a doença confirmada e mais de 125 em investigação. Os casos acontecem em mais de 20 países, sendo que na Europa há uma maior incidência de infectados. Espanha, Inglaterra e Portugal, respectivamente, são os lugares com mais doentes. 

O surto é considerado pela OMS (Organização Mundial de Saúde) como o maior da varíola do macaco fora de países africanos, onde a doença é endêmica e acontece com frequência.

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO