João Pessoa registra mais de 100 mm de chuvas em 12 horas, e novo alerta é emitido pelo Inmet

 

E tome chuva! João Pessoa registrou mais de 100 mm de chuvas em 12 horas, conforme dados da Defesa Civil. Ao todo hoveu 102,8 mm na Capital nas últimas 12 horas. A previsão é que continue chovendo o dia inteiro, se estendendo até o domingo (29). Até o momento, a Defesa Civil não recebeu chamadas de ocorrências através do Centro de Operações. Somente para este sábado, são esperadas chuvas acima de 90 mm na Capital.

 

Segundo a Defesa Civil, Manaíra foi a faixa de maior precipitação, seguido por Tambauzinho (102,0) e Altiplano (93,0). O órgão afirma que as chuvas deste mês estão acima da média histórica para maio.

Dois pontos de alagamento foram identificados pela Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob). Os pontos são a Ladeira Mangabeira, no bairro Valentina e o trecho em frente à CBTU. Ambos com acúmulo de água, mas fluidez no trânsito.

 

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu, na sexta-feira (27), um alerta vermelho de grande perigo de chuvas intensas para João Pessoa e mais 19 cidades da Paraíba. O aviso de chuvas intensas é válido até as 10h do sábado (28).

As chuvas que caíram esta semana na Paraíba, provocaram incidentes em vários municípios do Estado. O caso mais grave foi registrado em Pocinhos, onde quatro casas foram derrubadas, após o rompimento de um reservatório.

 

Alerta – Neste sábado (28), o  Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu um novo alerta vermelho de grande perigo de acumulado de chuvas para João Pessoa, Campina Grande e mais 96 cidades da Paraíba. O aviso é válido até as 10h do domingo (29).

De acordo com o alerta, pode chover mais de 60 mm/h ou mais de 100 mm/dia e ventos superiores a 100 km/h. Existe grande risco de alagamentos e transbordamentos de rios e grandes deslizamentos de encostas.

O órgão orienta aos moradores que desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia e, em caso de enxurrada ou similar, coloque documentos e objetos de valor em sacos plásticos. Em caso de situação de grande perigo confirmada, os moradores devem procurar abrigo e evitar permanecer ao ar livre.

 

PB Agora


BORGES BETO LUCENA INFA IORMA