MPPB recomenda aos municípios realização de campanhas e busca ativa do público-alvo para atingir cobertura contra influenza e sarampo

 

Em razão da baixa cobertura vacinal contra a influenza e o sarampo registrada na Paraíba em 2022, o Centro de Apoio Operacional às Promotorias da Saúde do Ministério Público da Paraíba encaminhou aos promotores de Justiça que atuam na área minuta de recomendação com medidas para o aumento dessa cobertura.

Conforme a coordenadora do CAO Saúde, promotora de Justiça Fabiana Lobo, a minuta foi elaborada com base nas Notas Informativas nº 24 e 25 da Secretaria de Estado da Saúde (SES-PB) contendo, respectivamente, a avaliação da 24ª campanha nacional de vacinação contra a influenza avaliação da 8ª campanha nacional de seguimento e vacinação de trabalhadores da saúde contra o sarampo.

A promotora destaca que, de acordo com o Programa Nacional de Imunização (PNI), a cobertura vacinal contra a influenza deve ser de, no mínimo, 90% por grupo prioritário. Já contra o sarampo, 95%. Da análise dos dados levantados pela SES-PB, no último dia 23, verifica-se que diversos municípios paraibanos se encontram bem abaixo das metas vacinais citadas.

Para ampliar a cobertura, a minuta elaborada pelo CAO Saúde recomenda a realização de campanhas locais e busca ativa da população-alvo a cargo do município não vacinada contra influenza, mediante as ações de disponibilização da vacinação em todas as unidades, facilitando o acesso da população, com horários estendidos ou alternativos em algumas unidades e busca ativa dos não vacinados e a oferta da vacina no domicílio dos usuários com esquemas incompletos e que tenham dificuldade de locomoção, através dos Agentes Comunitários de Saúde e equipes de saúde ou social.

Mais medidas recomendadas

– Registrar diariamente as doses aplicadas no sistema de informação Novo SIPNI (si-pni.saude.gov.br);

– Comunicar à Secretaria de Estado da Saúde de possíveis inconsistências de dados no sistema da Rede Nacional de Dados da Saúde (RNDS), para fins de correção, pelo e-mail pni@ses.pb.gov.br.

Municípios com baixa cobertura

1- Influenza:

Alagoinha: 23,8%;

Baía da Traição: 12,9%;

Belém do Brejo do Cruz: 18,2%;

Santa Rita: 17,6%

2- Sarampo:

Água Branca: 11,77%;

Baía da Traição: 18,69%;

Pilar-PB: 3,88%;

Santana de Mangueira: 11,53%.

BLOG DO BRUNO LIRA


FALA PARÁIBA-BORGES NETO