“Não é uma decisão pessoal”, diz Lucas sobre eventual candidatura à Câmara

 

O vice-prefeito de Campina Grande, Lucas Ribeiro (Progressistas), afirmou que a deliberação sobre sua possível candidatura a uma das vagas Câmara Federal, em Brasília, deve levar um tempo para ser tomada, pois não se trata de uma decisão única, mas em consenso com o grupo partidário o qual faz parte.

“Talvez demore mais um pouco pra gente saber isso. Faço parte de um grupo que não é de uma pessoa só, é um grupo e existem diversos atores nesse partido que tomam decisões conjuntas. Não é um decisão pessoal. Será uma decisão para a Paraíba, que é o sentido de tudo, é pelo povo que a gente trabalha”, disse Ribeiro.

Lucas pontuou ainda que a aproximação com o governador João Azêvedo (PSB) e outros parlamentares que compõem o grupo da oposição, não interferem de maneira negativa em seu convívio com o prefeito de Campina Grande, Bruno Cunha Lima (PSD).

“Aqui nós sabemos separar essas decisões e também porque existem outros aliados que apoiam outras candidaturas que não a defendida pelo nosso prefeito. A gente tem essa independência de poder ter esse diálogo e algumas decisões próprias do partido”, comentou o Progressista.

Já em se tratando da candidatura de Aguinaldo Ribeiro (PP) ao Senado Federal com o apoio de Azêvedo, Lucas Ribeiro preferiu não estipular um prazo para a definição, mas garantiu que a decisão será tomada muito em breve.

“Vejo que está mais próximo. Muito em breve, não gosto de dar prazos, muito próximo teremos decisões serenas e tranquilas do Progressistas para as eleições deste ano”, frisou o vice-prefeito de Campina Grande.

Raniery Monteiro – MaisPB 


FALA PARAÍBA-BORGES NETO