Presidente nacional do Cidadania vê “equívoco” de paraibanos do MDB e do PSDB em não seguir Tebet

 

“Isso é um equívoco”. A declaração é do presidente nacional do Cidadania, Roberto Freire, em entrevista nesta sexta-feira (20), ao criticar o posicionamento do senador Veneziano (MDB) e o deputado federal Pedro Cunha Lima (PSDB) em favor da pré-candidatura do ex-presidente Lula (PT) e possivelmente de Jair Bolsonaro (PL) respectivamente, em detrimento ao nome da senadora Simone Tebet, que é do MDB e deverá ter o apoio do PSDB e do Cidadania em âmbito nacional como terceira via.

De acordo com Freire,  a sigla de Veneziano, juntamente com o PSDB e Cidadania apoiam a pré-candidatura de Simone e a divergência dos políticos paraibanos seria por conta de projetos pessoais.

“Isso é um equívoco até porque podem, no processo, quem sabe, ter que rever essa posição. O próprio MDB vai se admitir e respeitar a dissidência se por ventura tiver na Paraíba,mas vamos esperar que o processo decorra”, disse. As declarações do dirigente repercutiram em entrevista ao programa Arapuan Verdade.

OUÇA

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFORMA