Trabalhadores lotam Espaço Cultural por vagas de emprego oferecidas em Feirão

 

O Feirão da Empregabilidade promovido pela Prefeitura de João Pessoa, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (Sedest), provocou uma corrida de trabalhadores ao Espaço Cultural José Lins do Rêgo, em João Pessoa, na manhã desta quarta-feira (18). Com oferta de mais de 1,4 mil vagas, o evento atraiu centenas de pessoas que buscam um oportunidade de voltar ao mercado formal. O atendimento segue até às 17h.

Caso do pintor de estruturas João Amaro, de 48 anos, que está sem carteira assinada há dois anos. “Minhas expectativas são as melhores possíveis. Estamos na torcida para que dê certo”, diz o pintor que, neste período, tem feito trabalhos informais.

João Amaro é pintor e busca trabalho formal

As oportunidades são para funções diversas, como: atendente de telemarketing; auxiliar de linha de produção; atendente de lanchonete; vendedor de serviços; vendedor pracista; consultor comercial; coordenador pedagógico; e técnico de segurança de trabalho.

Ainda estão sendo oferecidas vagas para estágio, nas áreas de Administração, Ciências Contábeis, Gestão em RH, Gestão Financeira, Economia, Psicologia, Pedagogia, Computação, Arquitetura, Engenharia Civil, Engenharia Civil, Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção e Engenharia Elétrica. Para concorrer, os candidatos precisam estar cursando entre o 1º e o 7º períodos das graduações referentes.

Aos 59 anos, Paulo Roberto Nascimento busca a reinserção profissional, mas tem pouca esperança. O motivo é a falta de interesse das empresas. “Com a idade avançada ninguém quer dar (emprego). Nem pra entrevista chama, o que já deixei de currículo perdi as contas. Cheguei às 6h. Estou aqui com pouca fé, mas para arriscar”, admitiu.

Seu Paulo Roberto chegou cedo para tentar uma vaga de emprego

De acordo com o coordenador do Sine-JP, Eurípedes Leal, a ação vai durar todo o dia de hoje. “Estamos com muitas pessoas procurando, mas será apenas este dia, o dia inteiro. Estaremos aqui para atender todas as pessoas para fazer não só o cadastramento, mas as seleções dessas vagas oportunizadas”, assegurou.

Para quem perder a oportunidade, Eurípedes lembra que os encaminhamentos do Sine-JP ocorrem de forma diária. Além disso, a gestão municipal estuda ações similares ao longo do ano. “A gente tem a intenção de fazer outras atividades como esta, especialmente no outro semestre”, afirmou.

Eurípedes Leal detalha a ação do Sine-JP – Foto: Albemar Santos

Além da oferta de trabalho, as equipes de todos os programas de fomento à empregabilidade e ao empreendedorismo realizados pela Sedest estarão a postos para atender aos visitantes do Feirão. Mentores do “Eu Posso” vão realizar análises de viabilidade financeira dos projetos apresentados por empreendedores. O “Eu Posso Crescer” fará uma extensão dos serviços oferecidos pela Sala do Empreendedor, orientando sobre todos os trâmites para formalização de negócios.

O “Eu Posso Criar” estará com o olhar lançado para todo o segmento da economia criativa, formalizando artesãos, realizando inscrições para qualificações junto ao Programa do Artesanato Paraibano (PAP) e ainda fazendo exposições. O “Eu Posso Semear”, por sua vez, também estará presente, mostrando o resultado dos trabalhos desenvolvidos pelo programa junto aos produtores rurais assistidos pela Sedest.

Parcerias – A primeira edição do Feirão da Empregabilidade conta com os seguintes apoiadores: Governo do Estado, Sebrae, Fecomércio, Sesc, Senac, Fundação Centro integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad), Centro de Referência Municipal de Inclusão para Pessoa com Deficiência (CRMIPD), Brisanet, Uninassau, Uniesp, Unopar, Elmo Eletricmotors, Superchoque Cursos em Tecnologia, iWof, Up Personalizados e Estrela Produções. Todos os parceiros estarão com stands no local, realizando ações e dando orientações.

Veja vídeo 

MaisPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA