Aplicativo facilitará atendimento de segurança em festa no Parque do Povo

 

O governador João Azevêdo lançou, nesta quarta-feira (8), em Campina Grande, o planejamento operacional da Segurança Pública para o São João 2022. O trabalho dos órgãos operativos vai abranger mais de 170 municípios em aproximadamente 800 eventos juninos em todo o estado. Somente no Parque do Povo, o efetivo composto por policiais militares, civis e bombeiros militares vai atender uma expectativa de aproximadamente 3 milhões pessoas em 31 dias de festa (10 de junho a 10 de julho).

Além disso, será disponibilizado o aplicativo São João Seguro em que o público do Parque do Povo terá acesso, utilizando o QR-Code, a todos os pontos de atendimento da Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. O código será distribuído em material impresso no local da festa e também estará afixado nos ambientes de maior circulação de pessoas, a exemplo de restaurantes.

Pelo aplicativo, a população poderá informar uma emergência ou denunciar irregularidades, fazendo ligação direta ou por mensagem de WhatsApp. Também serão disponibilizadas rotas para pontos de apoio, a exemplo de hospitais, e telefones úteis. A iniciativa tem o objetivo de aumentar a interação do cidadão com a segurança pública.

Para Campina Grande ainda serão disponibilizadas 36 câmeras corporais, 25 câmeras fixas de ambiente com leitura facial e de placas (OCR) no Parque do Povo, e três câmeras giratórias de maior amplitude, cujas imagens serão transmitidas a um Centro Integrado de Monitoramento.

Além disso, toda a cidade contará com videomonitoramento, totalizando mais de 200 câmeras entregues pelo Governo do Estado e que irão permanecer instaladas após os festejos, a fim de auxiliar o trabalho das polícias e bombeiros. A tecnologia faz parte do investimento de R$ 100 milhões em videomonitoramento para a Segurança Pública, com previsão de 1.600 câmeras em funcionamento na Paraíba.

O policiamento será realizado nas modalidades a pé, montada, com motocicletas, grupos especializados e ainda serão instalados pontos de observação. O atendimento ao público acontecerá também nas delegacias de Polícia Civil, nos plantões, delegacias especializadas e delegacias móveis, incluindo o trabalho de enfrentamento da violência contra as mulheres. Os bombeiros militares terão postos de atendimento nas principais cidades onde há eventos juninos e o Grupamento Tático Aéreo (GTA) estará pronto para atuar em operações policiais e de resgates.

Na ocasião, o governador João Azevêdo destacou os investimentos em tecnologia e a valorização profissional para homens e mulheres que integram as Forças de Segurança, assegurando as condições necessárias para a realização do trabalho voltado à sociedade. “Nós realizamos avanços importantes, o que irá permitir que tenhamos um São João seguro e tranquilo. Todos os equipamentos que estão à disposição asseguram qualidade na prestação dos serviços, demonstrada pelo compromisso da nossa tropa que se destaca como a melhor segurança pública do Norte/Nordeste, apontando que estamos no caminho certo”, frisou.

O secretário de estado da Segurança e da Defesa Social, Jean Francisco Nunes, destacou o esforço para atender os paraibanos e turistas em todas as regiões do estado. “Além da mobilização de todo nosso efetivo e tecnologia, contaremos com aeronaves, drones, dentre outros equipamentos. Além disso, esse será o primeiro grande evento em que as nossas corporações irão atuar com as novas remunerações dos plantões-extras e todos estão muito entusiasmados e agradecidos, nos dando a certeza de que daremos uma grande resposta à sociedade”, falou.

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Sérgio Fonseca, evidenciou o empenho da tropa para executar todo o trabalho planejado para a operação São João. “Vamos oferecer um São João seguro e agradeço à tropa que demonstra toda a capacidade para cobrir esses eventos, se prontificando em sempre servir à sociedade e entendendo a importância de mais uma ação que vamos realizar”, disse.

O comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Marcelo Araújo, destacou o trabalho integrado das Forças de Segurança. “Essa integração facilita na comunicação e diálogo. Nós estamos retornando às festividades com todos os militares focados na segurança dos eventos, com investimentos em tecnologia e conscientes da responsabilidade”, comentou.

O deputado federal Wilson Santiago, os deputados estaduais Inácio Falcão e Ricardo Barbosa, além de auxiliares da gestão estadual acompanharam o lançamento do planejamento operacional da Segurança Pública para os festejos juninos deste ano.

Além do envolvimento das Polícias Militar, Civil e Corpo de Bombeiros, a Operação São João contará com o apoio do sistema prisional. A Secretaria de Administração Penitenciária terá, durante todo o mês de junho, 290 policiais penais em guaritas de unidades prisionais em João Pessoa, Santa Rita e Campina Grande, para disponibilizar mais efetivo para o policiamento nas ruas. Em contrapartida, a Polícia Militar realizou curso de capacitação com uso de fuzil para os policiais penais.

O Departamento Estadual de Trânsito da Paraíba (Detran-PB) estará nas ruas com a Operação Lei Seca e um efetivo de 50 servidores, sete viaturas, dois reboques e duas vans, além de etilômetros. O trabalho será realizado em parceria com os órgãos de trânsito municipais, Batalhão de Trânsito e Polícia Rodoviária Federal.

MaisPB


BORGES NETO LUCEA INFOMRA