Auditoria do TCE-PB recomenda suspensão de shows do São João de Santa Rita e aponta irregularidades na contratação de artistas

 

A auditoria do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE-PB) recomendou a suspensão dos shows no São João de Santa Rita, na região metropolitana de João Pessoa. Ainda segundo análise da auditoria, há irregularidades na contratação de bandas que já de apresentaram.

De acordo com a auditora do TCE-PB, "no que diz respeito ao processo administrativo, a Auditoria registra que, apesar de não ser uma exigência feita pelas Resoluções Normativas RN TC nº 03/2009 e nº 09/2016, nenhuma das inexigibilidades encaminhadas a este Tribunal relacionadas às festividades juninas de 2022 (Inexigibilidades nº 005/2022, 013/2022, 016/2022, 018/2022, 019/2022, 020/2022, 022/2022, 026/2022, 027/2022 e 028/2022) conta com exposição de motivos."

Ainda conforme o relatório, "ressalte-se que a Lei nº 8.666/93 determina que o processo de inexigibilidade será instruído com a razão da escolha do fornecedor ou executante, e com a justificativa do preço (art. 26, incisos II e III), ausente nos autos. Por outro lado, as Inexigibilidades nº 022/2022, 026/2022, 027/2022 e 028/2022 não estão publicadas no Portal da Transparência do município. Ademais, apenas o edital do Pregão Eletrônico nº 0057/2022 consta no referido portal, faltando a divulgação, por exemplo, do contrato decorrente."


Matéria em atualização.

Confira o documento na íntegra abaixo:



CLICKPB

FALA PAAÍBA-BORGES NETO