Congresso em Foco: Entrevista de Lula gerou mais engajamento do que as de Bolsonaro e Ciro

 

A entrevista do ex-presidente Lula (PT), realizada no Jornal Nacional na noite dessa quinta-feira (25), rendeu mais engajamento nas redes sociais do que as feitas com o presidente Jair Bolsonaro (PL) e Ciro Gomes (PDT), principais oponentes nas eleições para a Presidência da República deste ano.

De acordo com uma medição realiza por Felipe Nunes, diretor do instituto Quaest, e publicada pela coluna do jornalista Lauro Jardim, em média 15 milhões de pessoas foram impactadas com a entrevista do presidenciável. 48% das menções a Lula foram positivas, contra 52% negativas.

Alcance da entrevista do ex-presidente Lula em postagens nas redes sociais. Foto: Instituto Quaest

Alcance da entrevista do ex-presidente Lula em postagens nas redes sociais. Foto: Instituto Quaest

Em comparação, a entrevista com Bolsonaro, realizada na segunda-feira (22), e a de Ciro Gomes, feita na terça-feira (23), renderam uma média de 9 milhões e 2 milhões de alcance, respectivamente. Bolsonaro teve 35% de menções positivas e 65% negativas; enquanto Ciro teve 54% positivas e 46% negativas.

Média de alcance das entrevistas realizadas com o ex-presidente Lula, o prsidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro Cirgo Gomes no Jornal Nacional. Foto: Instituto Quaest

Segundo o levantamento, os melhores momentos da entrevista do petista foram quando defendeu medidas anticorrupção no seu governo, a aliança com o ex-governador Geraldo Alckmin e que política não é lugar de ódio.

Já os piores foram não ter respondido sobre a lista tríplice para a escolha do Procurador-Geral da União, chamar Bolsonaro de bobo da corte e propor conversar cm os deputados para encerrar o chamado orçamento secreto.

As palavras mais citadas pelos internautas foram “bobo da corte”, “orçamento secreto” e “combate à corrupção”. Nesta sexta-feira (26) está prevista a entrevista com a senadora Simone Tebet (MDB).

Congresso Em Foco

BORGES NETO LUCENA INFORMA