Convenção homologa candidatura de Pedro Cunha Lima ao Governo da PB, Domiciano Cabral é anunciado como vice

 

O ex-deputado Domiciano Cabral foi anunciado como candidato a vice-governador na chapa encabeçada por Pedro Cunha Lima (PSDB) durante convenção do partido realizada na manhã deste domingo (31), em Campina Grande. A chapa, que tem ainda Efraim Filho como candidato ao Senado, foi homologada na convenção.

“A gente fez uma construção coletiva, plural, com muita democracia interna e o nome de Domiciano foi bem recebido por todos, por seu histórico de lealdade, de amizade, pela experiência que ele carrega”, explico Pedro Cunha Lima.

Ele ressaltou a experiência de Domiciano. “Domiciano vai deixar uma contribuição importante nesta nossa construção”, disse, ressaltando que a educação será sua prioridade caso seja eleito governador da Paraíba.

A educação, segundo ele, será a área prioritária de gestão, com investimentos que mudem o atual cenário de abandono que vivem as escolas paraibanas. “É preciso ter coragem pra mudar e ousadia pra fazer diferente”, garantiu Pedro, sob os aplausos das milhares de pessoas presentes.

O candidato reforçou que a educação passará por uma grande transformação. “Na condição de governador, quero fazer uma série de mudanças, mas o sentimento que mais mexe com meu coração é quando vejo uma criança na rua, sem acesso a nada, inserida numa realidade dura. E vem um sentimento forte em mim: vou fazer mais por você, lhe ensinar a ler e escrever, garantir um futuro melhor do que o presente. Não é justo que na Paraíba de hoje as crianças ainda não sabem ler e escrever na idade certa. São muitos os desafios, mas a principal mensagem será: apertem os cintos, fiquem firmes, mas tenha certeza que vamos cuidar melhor do seu filho e sua filha, para que ele tenha um caminho pela educação”.

Combate aos privilégios

Pedro também garantiu que, assim como fez quando deputado federal, vai combater os privilégios quando governador. “Na Paraíba do futuro, ‘experiência’ é não repetir os mesmos erros. Essa experiência viciada que está aí não quero não. A gente quer mudar, enfrentar privilégios. Desde 2015 nunca aceitei ficar com auxílio-moradia. Esse auxílio existe para quem não tem onde morar e não para um deputado. Renunciei aposentadoria de deputado,  fiz cortes na verba de gabinete. E vamos seguir enfrentando privilégios, entregar a Granja Santana ao povo, transformar aquilo em um Parque, porque não faz sentido um espaço desse ser só do governador, que gastou mais de R$ 1 milhão em feira num ano de pandemia, enquanto população não tinha o que comer. A Paraíba viverá um novo momento. Vamos juntos garantir este novo momento”, destacou Pedro.

De Olho no Cariri

Mais PB


BORGES NETO LUCENA INFOMRA