Advogado de Ricardo minimiza status de “votos anulados” do petista

 

O advogado de Ricardo Coutinho (PT), ex-governador e atual candidato ao Senado da República pela Paraíba, Igor Suassuna, minimizou, em entrevista nesta quarta-feira (28) ao programa Arapuan Verdade, o status de “anulado sub judice” que aparece abaixo da foto do candidato no painel de apuração do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com o advogado, a candidatura de Ricardo está mantida, e sua foto e seu nome irão aparecer na urna eletrônica no dia 2 de outubro. Os méritos dos recursos da defesa do petista só devem ser apreciados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Supremo Tribunal Federal (STF) após as eleições.

“Caberá a nós recorrermos, se for o caso, para que o plenário tanto do TSE quanto do Supremo defina de forma definitiva o assunto. Enquanto isso, a candidatura de Ricardo está plenamente mantida e seu nome estará nas urnas no dia 2 de outubro”, garantiu.

Entenda o caso

Ricardo teve a candidatura indeferida ao Senado pelo Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) por condenação de inelegibilidade. Ele foi acusado de abuso de poder econômico nas eleições de 2014, mas a condenação só ocorreu em 2020 após julgamento no plenário do TSE.

Tanto Procuradoria-Geral da República (PGR) quanto Procuradoria-Geral Eleitoral (PGE) emitiram pareceres contrários ao deferimento do registro de candidatura do petista.

 

PB Agora

BORGES NETO LUCENA INFORMA