Márcia Lucena rechaça surpresa com decisão do TSE e minimiza manutenção da inelegibilidade

 

A ex-prefeita de Conde, Márcia Lucena (PT), não demonstrou surpresa ao ter o seu recurso contra a decisão do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB), que impugnou o seu registro de candidatura a deputada estadual, negado pelo ministro Benedito Gonçalves, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

De acordo com a petista, não aconteceram novidades na movimentação processual do caso em que a tornou inelegível, referente a uma condenação no TSE por abuso de poder político nas eleições de 2014, quando ela era titular da pasta de Educação na Paraíba, que pudesse mudar a posição da Corte.

“Quando olhar direitinho o processo vai ver que não aconteceu nada absolutamente de novo, nenhuma novidade nesse processo de 2014 que pudesse mudar a posição do TSE”, disse em entrevista à Rádio Arapuan FM.

Márcia tem outro recurso no TSE, que vai analisar o mérito da questão, e caso não obtenha êxito, deve recorrer para a instância final: o Supremo Tribunal Federal (STF). De acordo com sua defesa, o recurso que foi negado pelo ministro foi um pedido de liminar para que ela tivesse acesso às verbas do Fundão.

PB Agora

 

BORRGES NETO LUCENA INFOMRA