Sem a presença de aliados, Pedro recebe Simone Tebet nesta terça-feira em CG

 

Isolado politicamente quando o assunto é a sucessão presidencial, o candidato ao Governo da Paraíba, Pedro Cunha Lima, recebe nesta terça-feira (13) a presidenciável Simone Tebet, que tem Mara Gabrilli, do PSDB, como candidata a vice-presidente em sua chapa. O encontro será às 14h em Campina Grande.

A primeira agenda do dia será a visita ao Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), que tem como missão atuar em Sistemas de Saúde, com excelência em inovação, tornando soluções de ponta acessíveis, gerando negócios com organizações públicas e privadas, atendendo às agências reguladoras. Juntos, Pedro e Simone também cumprirão agenda de rua. Ás 15h 30, ela participa de uma caminhada no Bairro do Monte Castelo em Campina Grande.

 

Recentemente o candidato a governador da Paraíba, Pedro Cunha Lima (PSDB), voltou atrás e retirou seu apoio à candidatura de Ciro Gomes (PDT) ao Palácio do Planalto, e declarou que votará em Simone Tebet. Antes de Ciro, Pedro Cunha Lima já tinha analisado apoiar o presidente Jair Bolsonaro (PL), que busca a reeleição, e a própria Simone.

A tendência é que na visita de Simone Tebet, Pedro esteja isolado sem os aliados políticos de sua campanha. Isso porque, o candidato a deputado federal, Romero Rodrigues, e o prefeito de Campina Grande, apoiam à reeleição do presidente Jair Bolsonaro. Já o candidato a senador na chapa encabeçada por Pedro, Efraim Filho (União Brasil), também já declarou apoio a Bolsonaro.

Embora o partido de Simone Tebet seja o mesmo do candidato ao governo do Estado Veneziano, não há agenda prevista entre os dois.  O MDB abandonou liberou líderes do partido, principalmente da região Nordeste, para apoiar campanhas e abrir o palanque para  Lula. A situação da Paraíba se repete em Alagoas, Maranhão e  Rio Grande do Norte.

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFOMRA