Um anos após acidente de Kelton Marques, 'Retão de Manaíra' é marcado por protesto em muros; primeira audiência será em novembro

 


Um ano após o trágico acidente que vitimou o motoboy Kelton Marques, no bairro de Manaíra, em João Pessoa, quem passa pelo trecho do 'Retão de Manaíra' onde ocorreu o fato observa um cenário marcado por diversas frases de protesto, pixadas no muro de um condomínio. 

"As ruas não esquecerão!!" "Ruan Assassino" são algumas das palavras que constam no local, em menção a Ruan Macário, acusado de atropelar Kelton. O veículo que Macário diriga, no dia 11 de setembro de 2021, teria colidido com Kelton Marques no cruzamento da Avenida Governador Flávio Ribeiro Coutinho ('Retão de Manaíra') com a rua Miriam Barreto. No momento da batida, o carro do suspeito trafegava a 163km/h. 

O julgamento de instrução do caso estava marcado para o dia 1º de setembro, porém foi adiado pela Justiça para 24 de novembro, às 9 horas, de forma presencial, no plenário do 2º Tribunal do Júri. O adiamento foi um pedido da defesa sob alegação de que os advogados do réu já tinham uma audiência referente a outro caso no mesmo dia e hora. 

O acusado está preso em Catolé do Rocha, após ter passado quase oito meses foragido. 

CLICKPB



FALA PARAÍBA-BORGES NETO