Vené e João lideram ranking de candidatos ao Governo da PB que mais receberam recursos

 

Faltando apenas quatro dias para 2 de outubro, a data marcada para a votação nas eleições deste ano, não há mais tempo a perder. E para os candidatos ao Governo do Estado da Paraíba, é a hora da onça beber água.

O PB Agora realizou, através do sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o levantamento das candidaturas ao cargo máximo do Executivo do Estado que mais receberam recursos. Seja do fundo partidário, seja de doações de pessoas físicas ou de outros candidatos, financiamentos coletivos ou injeção de verbas do próprio bolso do candidato.

O limite de gastos total é o de R$ 7.115.522,46 para cada candidato incluindo eventual 2º turno.

Confira o ranking dos que mais têm dinheiro em caixa para gastar até o dia da votação:

Veneziano Vital do Rêgo (MDB): R$ 5.250.000,00; R$5.250.000,00 doação do partido;
João Azevêdo (PSB): R$ 4.866.481,00; R$ 4.256.780,00 doação do partido, R$ 497.701,00 doação de pessoas físicas, R$ 100.000,00 doação de candidatos, R$ 10.000,00 de recursos próprios e R$ 2.000,00 doação de RONIs;
Pedro Cunha Lima (PSDB): R$ 4.160.000,00; R$4.079.000,00 doação do partido, R$ 81.000,00 doação de pessoas físicas.
Nilvan Ferreira (PL): R$ 1.000.900,00; R$ 1.000.000,00 doação do partido e 900 de recursos próprios;
Adjany Simplício (PSOL): R$ 213.285,92 – R$213.285,92 doação do partido;
Antônio Nascimento (PSTU): R$ 24.864,00 – R$23.000,00 doação do partido, R$ 1.864,00 doação de pessoas físicas;
Major Fábio (PRTB): R$ 8.400,00 – recursos próprios;
Adriano Trajano (PCO): R$ 3.000,00 – doação do partido;

 

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFOMRA