WhatsApp lança link de chamadas para reuniões para concorrer com Zoom, Google Meet e Teams

 


O WhatsApp lançou o recurso Call Links ("Links de Chamadas"), que permite aos usuários criar um link direto para uma videochamada e compartilhá-lo com familiares e amigos. O novo recurso suportará chamadas de áudio e vídeo e, inicialmente, será limitado a oito pessoas, mas a empresa está testando chamadas de vídeo criptografadas em grupo para até 32 pessoas.

O Call Links começa a ser disponibilizado nesta semana para todos os usuários e poderá ser acessado por meio de um banner localizado na parte superior da aba de Chamadas. Os usuários do WhatsApp que desejam experimentar o recurso Call Link precisarão da versão mais recente do aplicativo.

Recurso de links de chamadas compartilháveis Divulgação/Whatsapp

O link de chamadas expandidas coloca o WhatsApp como um concorrente para Google Meet, Microsoft Teams ou Zoom. Embora essas ferramentas tenham uma capacidade de chamadas muito maior — 100 para Google e Microsoft Teams e 300 para Zoom — , elas incluem restrições como duração da chamada para contas gratuitas. O WhatsApp não mencionou restrição à duração das chamadas.

O novo recurso foi anunciado pelo presidente-executivo da Meta, Mark Zuckerberg, em sua conta no Facebook. Ele escreveu que os usuários do WhatsApp poderão compartilhar um link para uma chamada com “um único toque”.

O link criado para fazer a chamada expira após 90 dias de inatividade. Além disso, caso a pessoa envie o link para alguém que não usa o WhatsApp, ele será redirecionado para baixar o aplicativo.

A empresa anunciou pela primeira vez o recurso de chamada em grupo estendida em abril, quando anunciou outra ferramenta, a Comunidades do WhatsApp, que começou a ser testada no mês passado.

A Comunidades permite que os administradores criem uma comunidade com vários grupos de usuários, possibilitando comunicação entre milhares de pessoas de uma só vez. A ferramenta já está em testes para alguns usuários e deve começar a funcionar em todo o mundo ainda neste ano.

CLICKPB


FALA PARAÍBA-BORGES NETO