A hora da ZPE no Alto Sertão da Paraíba; Piauí consolida primeiro Porto Seco e estimula mesmo projeto em solo paraibano


 Agora é fato concreto: o Piauí acaba de conviver com anúncio do governador eleito, Rafael Fonteles, comemorando nesta data a consolidação da exportação de primeiros produtos por Porto Seco efetivando a Zona de Processamento de Exportação no estado. Esta realidade precisa ser entendida como a oportunidade de efetivação da proposta do deputado federal Wilson Santiago há tempo em solo paraibano.

No caso do Piauí, lá a ZPE contou com estruturação desde a época do ex-governador Wellington Dias e da atual governadora Regina Souza.

Já na realidade paraibana eis que surge mais uma oportunidade do Governo João Azevêdo se incorporar na luta para a Paraíba pressionar no sentido da implantação de ZPE no Alto Sertão do estado.

O CASO DO PIAUI

“A ZPE do Piauí realizará hoje a primeira remessa de mercadorias para o exterior”, afirmou o governador eleito no Twitter, acrescentando que “vinte toneladas de cera de Carnaúba, toda desembaraçada na Área de Despacho Aduaneiro da Receita Federal na ZPE. É o inicio efetivo das operações de um Porto Seco no Piauí com mercado externo”.

A assessoria do deputado federal reeleito Wilson Santiago já se manifestou de olho na ZPE na Paraíba.

WILSON NA PARADA

“O Alto Sertão PB necessita de uma ZPE para fomentar as cadeias produtivas regionais. O Piauí começou a operar essa semana. Eis o projeto de impulso econômico a ser abrigado em Cajazeiras ou Sousa”, argumenta.

Em síntese, a atuação do secretário Marialvo Laureano se faz fundamental junto à Secretaria da Fazenda Nacional e o gabinete do parlamentar Wilson Santiago porque se trata de um incremento econômico de alta importância para o Alto Sertão da Paraíba.

Chegou a hora!

ÚLTIMA

“E éramos olharmo-nos, intacta retina / A cajuína cristalina em Teresina”

BRUNO LIRA



FALA PARAÍBA-BORGES NETO