Na Paraíba: PF deflagra operação no Sertão contra fraude de R$ 2,7 milhões em benefício assistencial

 

A Polícia Federal e a Coordenação de Inteligência Previdenciária, com o apoio da Polícia Militar da Paraíba, deflagraram, nesta quarta-feira (23), a Operação Syrus com o fim de colher provas para apurar investigação em suposto esquema de recebimento indevido de benefícios assistenciais.

As investigações foram iniciadas em julho de 2020 e são voltados para averiguar o esquema de recebimento indevido de benefícios assistenciais, como BPC/LOAS (Benefício de prestação continuada) e previdenciários com uso de documentos falsos por ocasião de requerimento/concessão/manutenção desses benefícios no Sertão da Paraíba/PB.

Foram expedidos dois mandados de busca e apreensão, pela Justiça Federal da cidade de Patos/PB, para serem executados em imóveis relacionados aos investigados.

O prejuízo estimado aos cofres da Seguridade Social gira em torno de R$ 2,7 milhões, enquanto que o prejuízo evitado com a suspensão dos benefícios é de cerca de R$ 2 milhões.

O nome “Operação Syrus” está relacionado à criação de pessoas fictícias para uso indevido por meio de aplicativo. Não houve prisões.

 

VITRINE DO CARIRI

Com MaisPB



BORGES NETOVLUCENA INFORA