Nonato Bandeira defende não interferência de João na eleição da Mesa da ALPB, mas diz que escolhido deve ser da base

 

Sem interferência. O governador da Paraíba, João Azevêdo (PSB), vai respeitar a autonomia da Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) no tocante a disputa pelos dois biênios do comando da Assembleia Legislativa da Paraíba. A informação é do secretário de Estado da Comunicação, Nonato Bandeira, em entrevista nesta sexta-feira (18), ao programa Arapuan Verdade.

Nonato ressaltou, no entanto, que o governo não pode desconhecer a torcida para que um parlamentar aliado seja conduzido à direção do Poder Legislativo Estadual. O secretário lembrou que se a oposição tivesse se saído vencedora no pleito estadual, também seria natural que o grupo pleiteasse o espaço, mas como o governo venceu, a torcida  é  para que um deputado da base assuma a missão.

“Nosso máximo respeito à autonomia dos poderes, foi como João agiu durante todo o governo, assim como fez com a UEPB, vocês viram que não houve crise nenhuma, todos os poderes foram tratados com respeito, e no tocante à Assembleia quem decide a eleição são os 36 deputados, é uma Casa que tem sua autonomia, agora a gente não pode fazer de conta que não existe uma disputa e que todos nós temos uma torcida por um deputado da base aliada. Se a oposição tivesse vencido a eleição era natural que os nomes da oposição estivessem pleiteando com muita justiça, como fomos nós que ganhamos é natural a base aliada ter a pretensão. A gente torce para que haja unidade e até uma unidade na Assembleia sem a necessidade disputa. Mas se houver disputa também, é natural, faz parte da democracia”, afirmou.

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFORMA