Consumidor paraibano aguarda redução dos preços do gás e etanol nos postos após novas reduções do ICMS


 O consumidor paraibano aguarda a redução dos preços do gás e do etanol nos postos, após as novas reduções do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) aprovadas pelo Governo do Estado. Alguns postos ainda não estariam praticando os valores com a redução do ICMS de 18% para 12% no gás natural e 15,33% no etanol, o que tem incomodado o contribuinte paraibano.

Ao programa Arapuan Verdade, conforme apurou o ClickPB, o presidente do Sindipetro-PB, Omar Hamad, informou que "hoje é muito cedo, o primeiro dia útil está sendo hoje. Então temos que aguardar o dia para ver como vai se comportar. Nas distribuidoras não passaram redução. Estamos aguardando a redução. Quando chegar, de imediato, [os postos] estarão repassando."

Também ao Arapuan Verdade, o secretário da Fazenda da Paraíba, Marialvo Laureano, comentou as reduções para o gás. "Quando a gente reduz a alíquota do GNV, além do gás residencial, atendendo uma demanda dos motoristas de táxi, de aplicativo, nós queremos que esse setor dos motoristas possa usufruir disso e ter, indiretamente, uma renda maior. E quem utiliza gás natural em sua residência também terá uma queda de 6% no pagamento do ICMS. Esperamos a queda no preço tanto do GNV quanto no gás residencial."

Marialvo também falou da redução no etanol. "Estamos reduzindo, sim, a partir de agora. Já tinha uma legislação que estava valendo até 31 de dezembro de 2022 e nós prorrogamos ou confirmamos essa redução de 18% para 15,33% no etanol. Quando o governador João Azevêdo é para incentivar o setor, e não para que fique com os revendedores. Tem que chegar no cidadão. Então o cidadão precisa exigir, sim, essas melhorias."

CLICKPB



BORGES NETO LUCENA INFORMA