Márcio Roberto diz que foi injustiçado e acredita em recurso no STF para assumir mandato de deputado estadual: "meu direito"


 Após ser anunciado pelo governador João Azevêdo (PSB) para ocupar a Secretaria da Articulação Política da Paraíba, o ex-deputado estadual Márcio Roberto, em entrevista ao programa Arapuan Verdade, nesta terça-feira (17), disse ainda ter esperanças de reaver mandato na Assembleia Legislativa da Paraíba.

Como acompanhou o ClickPB, ele falou sobre a frustração de ter obtido 41 mil votos que lhe garantiam vaga na Casa de Epitácio Pessoa, e de não poder assumir como deputado estadual. Ele foi impedido de retornar para a Assembleia Legislativa da Paraíba, depois de ter seu registro de candidatura indeferido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por causa de irregularidades identificadas na época em que ele foi prefeito do município de São Bento.

"É uma questão de justiça. Foi uma vitória esmagadora de 41 mil votos e dentro de pouco espaço puxaram o tapete. Foi julgado no TSE. Na política existe de tudo e não preciso descobrir quem colocou meu nome na frente de 70 julgamentos, pois a verdade chegará. Agora, se tiver recurso, irei recorrer ao STF, é o direito que eu tenho", disse.

CLICKPB


BORGS NETO LUCENA INFORMA