Senador Marcos do Val diz que Flavio Dino sabia que ataques ocorreriam e cobra explicações sobre falta de medidas

 


O Senador Marcos do Val (Podemos) requereu por escrito, explicações ao Ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Lula (PT), Flávio Dino, sobre as medidas que foram ou não adotadas diante do ataque a sede do Congresso Nacional do dia 8 de janeiro. 

De acordo com o documento, o ministro teria ficado sabendo do ataque um dia antes, mas não tomou nenhuma medida para evitar ou minimizar a violência do fato. O senador alega ainda que a Abin (Agência Brasileira de Inteligência) enviou documento ao Ministério dando conta que havia convocação para ações violentas e tentativa de invasão de prédio públicos. 

O documento solicita saber quais órgão do Ministério foram acionados  e que medidas foram adotadas para evitar que os atos acontecessem. 

O senador Marcos do Val já havia usado as redes sociais, nesta segunda-feira (9), para afirmar que o ministro da Justiça, Flávio Dino (PSB), foi informado no sábado sobre a manifestação. Na publicação no Twitter, do Val afirma que no início da mobilização, Dino foi até a janela dos Ministérios, viu a situação começar e não tomou nenhuma providência.

“Ministro da Justiça foi informado dos ataques um dia antes. No momento em que iniciou, ele foi até a janela dos ministérios, olhou e não tomou nenhuma providência.”, disse o senador no Twitter.

CLICKPB


BORGES NETO LUCENA INFORMA