Vereador de JP minimiza prisão de assessora em Brasília: “Todos têm direito ao contraditório e ampla defesa”

 

Nesta sexta-feira (13) o vereador coronel Sobreira confirmou em contato com a imprensa paraibana que a servidora, lotada no seu gabinete e detida em Brasília dentro das investigações sobre a invasão e depredação das sedes do Congresso Nacional, STF e Palácio do Planalto, e que foi afastada das funções pela presidência da Câmara Municipal de João Pessoa, estava de férias na capital federal.

O parlamentar ainda informou que está acompanhando o caso e disse que ela já está sendo acompanhada por um advogado.

Sobreira disse ainda que desde que soube da prisão tem buscado informações sobre Fabíola do Nascimento com familiares. Ele frisou ainda a índole da assessora.

“É uma pessoa que conhecemos e de boa índole. Na verdade as pessoas tem suas posições ela estava de férias mesmo, mas vamos aguardar, todos têm direito ao contraditório e à ampla defesa e com ela não será diferente”, afirmou.

Ainda nesta sexta-feira, ao comentar sobre o afastamento da servidora, o presidente da Câmara Municipal de João Pessoa, Dinho evitou fazer julgamentos precipitados, mas disse que ela foi afastada preventivamente e que aguarda a Justiça para saber se o afastamento será ou não permanente.

PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFORMA