Cooperar e Banco Mundial discutem implantação do Paraíba Rural Sustentável


O secretário de Agricultura Familiar e do Desenvolvimento do Semiárido, Luiz Couto, e o executivo do Projeto Cooperar, Omar José Batista Gama, abriram, hoje às 8h30, a reunião de trabalho entre os técnicos do Cooperar e os representantes do Banco Mundial - Maurizio Guadagni e Pablo Valdivia. Outros membros da missão vão chegar no decorrer da semana.
O encontro visa estimular a equipe do Projeto Paraíba Rural Sustentável para que conheçam os mecanismos necessários para o início da execução das atividades, além de conduzir discussões técnicas e operacionais voltadas para os avanços na efetivação do projeto e elaborar plano de ação e cronograma para os próximos seis meses. O contrato de empréstimo com o Banco Mundial no valor de US$ 50 milhões para execução do projeto foi assinado pelo governador João Azevêdo no mês de março, no escritório da instituição, em Brasília.
A reunião, que aconteceu nas dependências do auditório do Projeto Cooperar, localizado na BR- 230, Km 14, na Estrada de Cabedelo, segundo o secretário Luiz Couto, tem o sentido de capacitar os técnicos para a realização plena de resultados para melhorar a vida dos paraibanos. “A intenção do Governo do Estado é dar atenção aos municípios vulneráveis fortalecendo-os com ações estruturantes. A participação das secretarias e dos projetos vão colaborar para o desenvolvimento do estado como um todo”, afirmou Couto.
O gerente do Projeto Paraíba Rural Sustentável no Bird, Maurizio Guadagni, disse que é a primeira vez que vem a Paraíba e a terceira no Brasil, e que já participou de outros projetos em países da Europa, mas que acha importante o projeto Paraíba Rural Sustentável e se colocou à disposição para desenvolvê-lo juntamente com os técnicos do Projeto Cooperar para buscar o máximo possível de resultados.
De acordo com o secretário executivo do Projeto Cooperar, Omar Gama, esta é a primeira missão de apoio à implementação do Projeto Paraíba Rural Sustentável. Omar deu as boas-vindas aos representantes do Banco Mundial em nome do governador João Azevêdo. Durante a abertura foi exibida a formatação do novo portal web do Projeto Cooperar e o hotsite PB Paraíba Rural Sustentável.
A programação seguiu com a apresentação das equipes de trabalho e ajustes na agenda; discussão dos ajustes propostos no Componente 1 do projeto; além da proposta do Plano de Comunicação. Participaram dos trabalhos membros do BM, gerentes e coordenadores do Cooperar e da Secretaria de Comunicação.
Nesta terça-feira (7), às 8h30, os trabalhos serão retomados com a apresentação e discussão dos ajustes propostos nos Componentes 2, 3 e 4 do Paraíba Rural Sustentável. Depois do almoço, às 15h, Vídeo Conferência com Brasília; aprovação dos ajustes das alterações do MOP (Manual de Operações). Nessa oficina de trabalho estarão presentes representantes do BM, gerentes e coordenadores e assessoria jurídica do Cooperar.
A elaboração e discussão do Plano de Ação para seis meses, incluindo monitoramento e avaliação, será o trabalho desenvolvido pela oficina da manhã da quarta-feira (8). À tarde, após o almoço, a reunião será com os parceiros do Projeto Cooperar (BM, Aesa, Cagepa, Sudema, BNB, Cinep e Seirhma). Participam desse trabalho os gerentes, coordenadores e assessoria jurídica do Cooperar.
Na quinta-feira (9), às 8h30, a missão volta a se reunir com os técnicos do Projeto Cooperar para discutir Salvaguardas Socioambientais. No mesmo horário, os gerentes e coordenadores do Cooperar mantém a reunião de nivelamento. Às 14h, acontecerá a leitura e discussão da Ajuda Memória da Missão. 
Já na sexta-feira (10), às 6h, a missão faz visita de campo deslocando-se para o município de Monteiro, onde visita a Cooperativa de Beneficiamento de Leite – Capribom e Unidade de Produção e Beneficiamento.
 A missão do Banco Mundial, que está sendo liderada por Maurizio Guadagni, permanece no Estado até a próxima sexta-feira (10). A delegação está composta por Pablo Valdivia, especialista em agronegócios e riscos agropecuários, Alberto Costa, especialista sênior em salvaguardas sociais, Ditmar Alfonso Zimath, consultor do Banco Mundial e Miguel Santiago Oliveira, coordenador de gerenciamento financeiro do Bird. Fernanda Balduino, analista em gerenciamento financeiro, conduzirá a missão específica de sua área nos dias 16 e 17 de maio.
Assessoria 



BORGES NETO LUCENA INFORMA

Comentários