Solenidade de filiação de Romero ao PSD deve dá o tom da disputa pela PMCG em 2020; oito aliados já são cotados para o posto

Será na manhã do dia 27 de maio a solenidade de recepção no PSD ao prefeito Romero Rodrigues. O local é o auditório do Senac, na avenida Manoel Tavares. A solenidade deve reunir vereadores, deputados e lideranças políticas da base de Romero. Os pretensos candidatos a prefeito de Campina Grande que sonham em suceder Romero no Palácio do Bispo devem prestigiar a chegada do gestor na nova legenda.
Pelo menos, oito políticos, entre eles, o vice presidente do PSD, deputado Manoel Ludgério, já manifestaram desejo de disputar a PMCG em 2020.
O PSD, que na Paraíba é comandado por Eva Gouveia. O presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, saudou a chegada do prefeito e ressaltou que ele terá um papel de destaque no partido. “Romero Rodrigues é um quadro muito experiente, prefeito reeleito da segunda maior cidade da Paraíba, Campina Grande, tendo já cumprido mandatos nos três níveis legislativos e, com a excelente gestão que vem desenvolvendo, terá papel de destaque no fortalecimento do PSD paraibano”, destacou.
Para Eva Gouveia, o prefeito “é um amigo de longa trajetória. Gestor competente, compromissado com as mudanças necessárias à comunidade, dedicado a reconstruir Campina Grande e inseri-la na rota do desenvolvimento”.
Integrante do partido desde a sua criação, em 2011, Eva lembrou que, ao lado do marido, participou do processo que levou o PSD a mais de 200 municípios do Estado, onde hoje têm presença prefeitos, vice-prefeitos e vereadores, além de diretórios municipais e comissões provisórias.
Alguns parlamentares garantem que permancem na base do gestor, mas ainda não decidiram se seguirão Romero no PSD a exemplo do deputado Tovar Correia Lima (PSDB), do vereador Nelson Gomes, e do ex deputado Bruno Cunha Liima (PSDB).
 PB Agora


BORGES NETO LUCENA INFORMA

Comentários